Samurai Champloo: Carismático e Ofegante

Samurai Champloo é um animê que fora muito bem recomendado pelo Lancaster (sempre) mas eu não tinha certeza se assistia ou não. Mas depois de Cowboy Bebop e da recomendação da Kyori, decidi ver.

Samurai Champloo tem um mote meio esquisito, Fuu é uma menina que trabalha numa casa de chá, e um dia dois viajantes totalmente diferentes zoneiam tudo, destroem a casa de chá e ela decide levá-los como guarda-costas em uma jornada que quer traçar para encontrar um homem cujas únicas informações as quais tem acesso é que ele é um samurai que cheira a girassóis.

É um animê episódico, e nada parece muito promissor no começo. O enredo central não tem muito sentido a princípio, e o desenvolvimento das piadas é um tanto repetitivo. As lutas, que seriam o principal atrativo num conto de samurais, são absurdamente rápidas e com muitas viradas de câmera, não dá pra apreciar muito.

A trilha sonora foi uma decepção, pra quem estava esperando algo no nível de CowBe.

Maaaaaaaaas… Samurai Champloo é maravilhoso! Seus enredos são rápidos, não dá pra você se acomodar na história. A arte é diferente do mais do mesmo, e super agradável. E cada episódio trás um contexto diferente, podendo ser de aventura, de comédia ou de algo que emociona (como o episódio da história de Shino, ou do desaventurado Shinsuke), sem contar que aos poucos o passado dos protagonistas vai se abrindo para nós.

E é aí que SC nos pega, ainda mais que CowBe. Porque neste último, os personagens me começaram indiferentes e  foram me cativando por um motivo estranho. Mas em Samurai Champloo acredito que o desenvolvimento, a localização e a idealização dos personagens foi mais cuidadosa.

Digo isso porque nenhum deles me pareceu simpático em um primeiro momento (e por muito tempo foi assim XP). Fuu me pareceu uma garotinha retardada que de engraçada não tinha nada, Jin era o cara bonitão extremamente calado super clichê e Mugen o filho da puta folgado que arranja encrenca com Deus e o mundo. CHAAAAAATOS.

Mas você percebe que a cada episódio, a cada pequena brecha de humanidade, a cada traço de história pessoal, a cada movimento que explica uma atitude ruim, você vai os amando. Por mais que as vezes eles estejam realmente errados, você vai os amando. Quando percebi queria tanto quanto a Fuu que os três pudessem caminhar sempre juntos…

Ela é do começo ao fim uma garota um tanto imatura, frágil e sem certezas. Mas na situação de abandono dela, e tendo em vista a perspectiva machista que percorria e percorre parte do mundo ainda hoje, o fato dela ser meio inútil vai ficando para trás. Mas realmente não consegui achar graça nela.

Mugen… Bem, tem toda aquela folga, aquela mulherenguice, eu realmente demorei demais para gostar dele. Me pareceu o mais individualista do trio-cada-um-por-si, e matava sem um motivo sério o suficiente… Mas coisas acontecem, coisas são descobertas. E quando você vê a cada luta está torcendo para ele viver.

Jin… Bem, passei a gostar dele quando ele passou a demonstrar emoções, e esse momento fica bem claro no animê. Ainda assim ele continua sendo uma pessoa sem traquejo social, ponderado e companheiro quando é necessário, mesmo que em silêncio. Seus verdadeiros motivos só são explicados no último momento, mas isso já nem importa mais.

Histórias de samurai me irritam, com todo aquele papo de honra e palavra que costumam se apresentar num nível exagerado, desnecessário, sacrifícios são feitos (e assim vemos muuuuitos personagens secundários legais irem pro saco), lutas se iniciam, e tudo por motivos fúteis, em nome de uma honra que na verdade é o pilar de um egocentrismo gigantesco.

Mas Samurai Champloo não exagera na dose, e tem episódios para todo tipo de gosto. Claro, não tem o ritmo de algo digno de fãs de ação pura e simples, mas para quem gosta de saborear o desenvolvimento de uma história e seus personagens, é mais do que recomendado. Altas emoções.

Você encontra Samurai Champloo para baixar aqui.

Anúncios

4 pensamentos sobre “Samurai Champloo: Carismático e Ofegante

  1. Coincidência, comecei a assistir no domingo e já vi dois episódios. Mas (ao menos por enquanto) tenho que discordar quanto às cenas de ação e a música: achei a coreografia das lutas de derrubar o queixo e a música num estilo mais hip-hop deram um ar “cool” que é quase irresistível.

    Quanto ao plot… Erm, por enquanto acho meio aleatório. Mas se os personagens vão crescer ao longo da série, acho que vou acabar amando isso aí.

    Enfim, espero poder concluir logo, esse anime me deixou bem curiosa. 😀

  2. Samurai Champloo é um anime muito bom, especialmente no episódio do baseball que me fez chorar litros.
    E eu acho a animação muito bonita, e a música de encerramento sensacional.
    E concordo com vc plenamente que muito personagem legal ja morreu por causa da honra em animes, mais tbm tem seu lado legal de morrer com orgulho.

  3. anime 100% vou assistir novamente!
    trilha sonora perfeita na minha opiniao
    cenas de luta das melhores
    totalmente original!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s