Hotarubi no Mori E: Um Amor de Verão

Hotarubi no Mori E. Outro que eu encontrei pesquisando imagens de Natsume Yuujinchou (XP). Não sabia nada da história, só que era da mesma autora de NY e que o protagonista era bonitinho…

ATENÇÃO: ESSE ARTIGO PODE CONTÉR SPOILERS, VOCÊS FORAM AVISADOS.

Se fosse vocês parava de ler agora, ia baixar (aqui) e assistir, depois voltava. Ou nem voltava. Mas baixe, são apenas 40 minutos de deliciação descomprometida, vale a pena!

HnME é um daqueles animês cuja história tá na cara que vai dar merda. Antes da história. Você sabe que é da Yuki Midorikawa, então você provavelmente já sabe que vai acabar se esgoelando de chorar, ou se emocionando. ou ficando indeferente se você for um monstro inumano sem coração e…

Hotaru é uma menina que sempre passa os verões numa casa no campo, onde moram seus tios. Perto da casa há um bosque, no qual ela se perdeu quando tinha 6 anos. Ela estava assustada e sem a mínima idéia de como voltar quando conheceu Gin, um cara com uma máscara engraçada.

Ela acaba descobrindo que ele não é um homem, e sim um yokai. E mais: Um yokai amaldiçoado, que desaparecerá se tocado por um humano. CLARO que a essa altura do campeonato você sabe que a história não vai ser das mais felizes. Se fosse dar tudo certo nem comentavam que ele era amaldiçoado, oras!

Mas ele é. Ele a ajuda a sair do bosque, ela volta no dia seguinte para agradecer, eles brincam juntos e ficam amigos. Daquele dia em diante, todos os dias de todos os verões, Hotaru passa com Gin.

Todavia Hotaru vai crescendo, e a relação deles vai tomando outras formas. Eles se apegam, se abrem, se preocupam com o bem estar de um com o outro cada vez mais, até que finalmente chega o dia que ela percebe que o ama. Tudo bem que no Japão os relacionamentos não são dos mais ardentes, mas sequer poder tocar na pele dele é muito triste e difícil, penso eu.

Ele também percebe que gosta de Hotaru, e não esconde isso em momento algum, chegando até mesmo a dizer seriamente para ela abraçá-lo. Decidem ir juntos em um festival que os yokais promovem para “brincar de humanos”, em algumas das cenas de romance em animês mais lindas que já vi.

O final, apesar de esperado, ainda te pega de surpresa. Você pensa: Aff, é tão besta que não pode… Meu Deus, era verdade DD:

A Hotaru era meio que madura demais para uma criança de 6 anos, penso eu, logo não mudou muito com o passar do tempo, mas ela é bem simpática para a proposta. E teve uma força que eu jamais teria, no final das contas.

O Gin é a coisa mais fofa do mundo depois do Natsume, porque né…?! Ele é atencioso, carinhoso na medida do possível, engraçado, bonito… Entraria para uma lista de personagens masculinos ++ se eu tivesse uma (tenho que fazer um dia desses XP).

Em resumo, Hotarubi no Mori E é lindo demais, simples, rápido, e lindo. Todo mundo deveria assistir, até quem não é fã de romance. Eu assisti sem a sinopse, por sorte, porque também não sou fã de romance… Mas baixe, são apenas 40 minutos de deliciação descomprometida, vale a pena! (XD)

P.s: Eu ia dedicar esse artigo a Kyori, mas como quase que o blog todo é dedicado a ela, vai ter que ceder o lugar ao Rodrigo. Dois anos de namoro a distância, dois anos de saber como a Hotaru se sentia na escola, a quilômetros e dias da pessoa que ela ama.

P.p.s:Hotarubi no Mori E parece uma metáfora da minha vida amorosa. Eu espero sinceramente que na RL tenha um final melhor :/

P.p.p.s: Hoje sai o final de Natsume Shi, em breve MEGA Review de Natsume amor.

Anúncios

8 pensamentos sobre “Hotarubi no Mori E: Um Amor de Verão

  1. Olha só, essa Pandora Vulgo sem mais, mostrando sua faceta fangirl.

    Beem, eu amei Hotaru no Mori E e até por ele que corri pra assistir Natsume, que estou amando. É muito sutil e envolvente. Além de delicado, nostálgico e melancólico. /Isso também se encaixa bem em Natsume….. amor (?).

    HAHAHAHAHAHA AAAAADOREI, vou adotar esse Natsume amor. XD

    Mas bem, cabe uns questionamentos. Tipo, a Hotaru era uma criança, eles tinha uma amizade bonitinha. Morri de rir diversas vezes com eles. Mas ai ela cresce e o sentimento vira amor. Nhã…sei lá, Japão adora fazer crianças encontrarem com caras adultos, se envolverem e depois da guria crescida, se envolverem. É tipo Usagi Drop (você não assistiu Usagi Drop, né sua bandida?), onde a Rin acaba ficando com o pai adotivo quando cresce (bem, nesse caso aqui é mais pesado, porém o histórico japonês é o mesmo, desde SCC).

    Eu acho essa uma tara, fantasia, sei lá, meio lol. Romance é lega, mas acharia se ficasse somente na amizade, tão mais bonito. Dá a ideia de que, homens e mulheres não podem ser amigos (apesar que….bem….). Eu acho tãããão lindo e fofo quando o Natsume abraça a youkais e demonstram afeto.

    outro detalhe, é que você disse que o Gin não é um homem. Claro que ele é um homem. Não é por ser youkai, que virou transgênico. Ele tem pinto também, suponho. XP

    Ah, eu quero ver uma lista sua, dos que você mais curte (tipo uma que eu fiz). Seria bacana ver seus comentários sobre cada um. Vou ficar esperando, anda logo.

    • Rs, não é fangirlismo…

      Eu não acho Hotarubi e Natsume melancólicos. Eu acho sensiveis, te toca, mas não é exatamente tristeza.

      Eu não acho que me apaixonaria por alguém com quem eu convivi desde pequena, mas ela só o via algumas horas por dia, somente no verão. É diferente de Usagi Drop, que eu vi, adorei, mas não mencione a continuação na minha presença se não quiser me ver tendo chilique.

      Ai… Eu quis dizer que ele não é humano. Ele não é humano, ele é um espírito, praticamente.

      Vou ver se faço…

  2. E tem gente que ainda não assistiu Natsume-amor ♥
    Só tenho uma coisa a dizer: Yuki Midorikawa é muito sensível pra criar coisas assim.
    Já falei no Twitter, mas, os dramas dela não são apelativos. É tudo muito natural. Morro de chorar,mas,adoro 🙂

  3. Ahhhhh *-* Não creio que achei achei esse filme em BR *-* ! Muitooo mtu mtu obrigadaa! ;* Amei a review, perfeito (y) ! =D Natsume parece ser mtu bom! o/ *-* vou ver….

  4. Pingback: Hotarubi no Mori e | Nahel Argama

  5. Hahaha todo mundo adotando meu “Natsume-amor”… orgulhosa 8D /apanha

    Sim, já perdi a conta de quanto já falei de Hotarubi, então nem tenho muito o que comentar, mas ele é basicamente isso… Você já sabe o que vai acontecer desde o início, tenta MUITO não se envolver pra não sofrer, mas no final… bem, Midorikawa-sensei, né :’D

    PANDORA, CÊ TEM QUE LER O MANGÁ. Isso é, se ainda não leu. Essa é a segunda história, são 4 no total, a última parece ter sido feita pra você ):
    Eu SEI que o traço da sensei não parece lá o dos mais lindos, mas… é perfeito e emocionante pras coisas que ela escreve ;-; ♥

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s