2011: Um ano emotivo no mundo dos animês

Kimi ni Todoke - Mas Shoujo é sempre choradeira, né?

Você não faz sentido, garota. Como assim animês emotivos?

Então vamos lá, minha retrospectiva 2011 nos animês que fizeram seu público desidratar de tanto chorar. E como não poderia deixar de ser, o primeiro da lista é…

  ATENÇÃO, ARTIGO COM SPOILERS!

AnoHana: Nível 10

O clássico da choradeira, seja antes, durante ou depois dos episódios. A história do fantasma da menininha que tenta reconciliar seus amigos emocionou um montão de fãs e provocou choro até no elenco (criando uma cena meio forçada… Eles não foram nada sutis em suas intenções com o último episódio).

Não é fácil lidar com um trauma, e a visualização dessa dificuldade sensibilizou os espectadores de AnoHana.

————————————————————————————————————————-2

Madoka Magica: Nível 10

Madoka foi uma grande e bem vinda surpresa esse ano, e apesar de achar que muita dessa adoração seja mais por falta de qualidade dos animês hoje em dia do que por primazia (é um dos melhores que eu já vi, mas comparar com EVA já é demais pro final “salvação do mundo pela protagonista” que teve) esse animê nos trouxe um choque atrás do outro.

A começar pela morte repentina e sem tempo para despedidas de Mami. Emendando na perda do coração de Sayaka, que acarretou na morte da Ryouko. E quando pensamos que não pode existir mais sofrimento na vida de uma garota mágica, temos a trajetória da Homura, e todo seu sofrimento vendo a constante morte de suas amigas, suas falhas intermináveis, até ela se fechar e concentrar-se apenas em seu objetivo… Para novamente falhar.

Isso machucou muito os fãs (principalmente aqueles que esperavam apenas um Mahou Shoujo), mas a coroação do drama do animê foi o último episódio e seus longos minutos de demonstração de como é agora o mundo sem Madoka – que era apenas uma menina normal, com família e vida escolar, mas que se sacrificou pelo bem de suas amigas e muitas outras garotas que ela nunca conheceu.

————————————————————————————————————————-3

Mawaru Penguindrum: Nível 8

A saga dos irmãos em busca de uma forma de salvar sua irmã mais nova agradou uns e foi jogada no lixo por outros, mas a verdade é que quem acompanhou o final provavelmente se emocionou com o sacrifício de Kanba e Shouma em pró de quem amavam.

A verdade é que, ao dividir a chance de sobrevivência com Shouma, Kanba se condenou a morte, e nenhum dos dois poderia viver mais do que até então. Depositando o que restava de suas vidas em Himari e Ringo, Kanba se desfez e Shouma ardeu em chamas, de forma que sua existência foi apagada.

Mas não completamente, como vemos quando Himari encontra um recado de seus irmãos no urso de pelúcia e dois meninos passam na rua, conversando sobre a morte ser na verdade um reinício.

————————————————————————————————————————-4

Hourou Musuko: Nível 7

Poucos tiveram paciência para acompanhar a saga de Nitorin, e eu não tiro a razão deles. Hourou Musuko caminha a passos lentos e aborda um tema no mínimo delicado, tem que se ter paciência e interesse para conseguir passar do primeiro episódio. Os personagens são carismáticos e antes que você perceba já está ligado ao animê e a sua história.

Uma opção sexual diferente, um comportamento diferente, certas coisas são difíceis de se enquadrar no que a sociedade aceita e acha normal. Mas quando você é criança, isso é difícil de se descobrir e aceitar. Nitorin aprendeu do jeito mais difícil e não tem como não se sensibilizar com isso.

————————————————————————————————————————-5

Usagi Drop: Nível 5

Na mesma linha “crianças-com-dificuldades” a história da pequena orfã Rin emociona totalmente. Afinal, a que ponto se chega para manter o status social! Abandonar uma criança! Mas Daikichi entra em cena para proteger a menininha.

O problema é: Agora ele é pai, e ele não tem idéia de como fazer isso! Esse aprendizado conjunto emociona, não só no sentido de tristeza, mas também de identificação (você pode encontrar algumas situações que você e seus pais passaram quando você era criança), felicidade, admiração…

————————————————————————————————————————-6

Natsume Yuujinchou San: Nível 5

Natsume Yuujinchou é uma série emocionante por si só, e nessa temporada as histórias da infância isolada de Natsume (que não deu tanta sorte quanto a Rin de Usagi Drop e ficou passando de parente em parente porque ninguém o queria) levaram muitos fãs da série às lágrimas.

A história da bruxa do clã Matoba que teve seu querido Tengu sacrificado também tocou os mais sensíveis e românticos.

————————————————————————————————————————-7

Steins;Gate: Nível 3

Quem é muito sensível deve ter sofrido um bocado com os episódios finais de Steins;Gate. Afinal, ver o desespero de Okabe para salvar Mayuri e falhando, falhando, falhando (como Homura em Madoka Magica)… Suzuha também falha e tira a própria vida, nisso você já está à flor da pele… Quando cai a ficha que a única forma de manter Mayuri viva é sacrificando a Makise. É pedir demais para corações menos calejados.

————————————————————————————————————————-8

Nº 6: Nível 3

Nós acompanhamos a saga de Shion e Nezumi durante 11 episódios, vemos eles evoluirem como pessoas ao se envolverem um com o outro, aprendendo que a realidade não está nem tão ao céu nem tão a terra… Construindo uma amizade/relacionamento lindo. Conseguem unir suas vidas e objetivos diferentes em uma missão. Quando Nezumi é atingido.

E quando pensamos que pior do que estava não podia ficar, Shion morre. ELE MORRE!!! Como assim, não pode estar acontecendo, eles tem que ficar juntos!!! Provavelmente foi o que milhares de fãgirls pensaram aos prantos.

Isso é concertado, num final que fez outras pessoas chorarem. De raiva. -q

———————————————————————————————————————————————————–

E por essas e outras que eu acredito que o ano de 2011 foi um prato cheio para os fãs de drama. Conhecem mais algum que eu não tenha visto? concorda? Discorda? Comente!

Anúncios

9 pensamentos sobre “2011: Um ano emotivo no mundo dos animês

    • Não chorei com Mawaru.

      Eu chorei em 30 dos 39 episódios de Natsume Yuujinchou. Mas sei que não é assim com a maioria das pessoas.

  1. Oi… Adorei o texto, muito bem escrito e mostrando de verdade motivos para chorar com animes… Vou correr atrás de algumas séries citadas. Arigatou.

  2. AnoHana nível 10? Okay, se você diz…
    Mawaru eu não cheguei a chorar, mas a ~parte final~ do Sho me deixou muito triste e com o coração na mão. Foi muito bonitinho ;^;

    Hourou Musuko eu não vi até o final. Pretendo, é um anime que gostei bastante, mas não é a hora ainda.

    Não gosto de Usagi Drop. ~Todos sabe~ o motivo.

    EU CHOREI NA CENA NO TENGU ;^;
    Velha maldita e sem coração. Não que o Matoba seja boa pessoa, mas ainda sim ele é melhor do que essa bruxa maldita qqq (e ele é como uma criança, poxa, ;;)

    Eu chorei de raiva com o fim de NO.6. Você já sabia disso, mas nunca é o bastante reforçar. Sério, acho o que fizeram foi uma sacanagem. Eu fiquei ~triste~ (mais precisamente, com raiva) pela ~morte~ do Shion, porque não está na novel, ai quando começo a pensa “ah, mas assim também é bom. Tragedia ao estilo que o Nezumi tanto gosta. E vai dar ainda mais sentido que a novel deu ao ~eu quero viver!~ do Shion *-*!” AI O SHION VOLTA. Me diz, qual foi o sentido disso? Ódio. Ódio profundo. Por isso ignoro os instantes finais. =___=

    XD

    • Eu nem chorei em AnoHana, pra ser sincera. Não chorei mesmo. Mas como 95% das pessoas que eu conheço chorou, coloquei no nível 10.

      Eu continuo minha vida ignorando ~o motivo~ e amando o animê de Usagi Drop.

      Eu tbm T.T Chorei na cena, e nas mais de oito mil reprises dela nas lembranças do Natsume… Eu nõ gosto de nenhum deles, mas quero que o Matoba cresça e apareça na história, já q até agora não tivemos um ~vilão~

      Eu chorei com a morte do Shion, mas achei bonito. Mas Nº6 acaba aí pra mim. Qualquer menção do que acontece depois será solenemente ignorada
      XD

  3. O final de No.6 foi vergonhoso. Após tantas referências à Shakespeare, pessoalmente, imagino que aquele final à moda ‘Romeu e Julieta’ seria agradável, mas aquele final cheio de misticismo me decepcionou de tal modo, que é impossível expressá-lo. Mesmo eu sendo yaoísta, preferiria o fenecer precoce dos dois. Isso ignorando a história excessivamente LOL. Eu achei interessante o que disse de Steins;Gate… Acha que merece a atenção de ser visto?

    Atenciosamente:

    Weslley Ericles.

    • Como eu disse a Kyori, eu realmente gostei do fim trágico de Nº6, mas esperava alguma coisa racional para os mistérios da cidade, não misticismos. E mto menos renascimentos.

      Steins é um animê que demora para embalar, e até começar é um porre. Vale a pena ser assistido, mas dá uma passada no artigo do próprio pra ver se o estilo da história te agrada…

      Obrigada por comentar, volte sempre!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s